15 de março de 2017

Passará passarinho?

Passarinho pequenino
com sonho de águia
quis voar alto
mesmo desacreditado
quis o longínquo explorar.

Preparou suas asinhas,
juntou coragem
alçou o voo da jornada
a mais alta
a mais longa
que qualquer outro do bando.

Num desses reveses da vida,
foi apanhado.
Dócil pequenino,
passaria os dias acorrentado.
voava agora limitado;
o permitido,
em torno de sua casinha.
Linda gaiolinha adornada
que dela via o mundo
mas não ia lá fora.
estava seguro,
tinha de tudo,
mas não alçava voo
tanto peso que carregava.

Sem voar, via morrer o sonho de águia
de tristeza foi perdendo as penas.
Esfarrapado deixou de tentar voar,
foi perdendo os sonhos;
e de tanto perder,
e não voar,
parou de cantar.

Passará, passarinho?

Nenhum comentário: